Crie Páginas Que Vendem (e comece grátis) com o Orbit Pages.

Ronaldo Scotti.

Retrospectiva 2020, e Bem-vindo 2021!

Publicado em

2020 foi o primeiro ano do Orbit Pages e queremos compartilhar com você um pequeno histórico, alguns números e nossas expectativas para 2021...

O início

Na verdade, este projeto nasceu quando trabalhei como freelancer para uma grande empresa de saúde natural e montei uma nova área de membros para um treinamento sobre Dores na Coluna.

Fiquei tão empolgado que, com a devida autorização da empresa, resolvi dar continuidade no projeto externamente e oficialmente virei empreendedor.

Fui cortando meus freelas e me dediquei 200% ao Orbit. Era tudo ou nada!

Por volta de meados de 2019 aquele plugin wordpress se transformava no Orbit Learn...

Primeiros clientes

Naquele início, a criação de páginas e funis era algo muito embrionário, e nem estava em meu radar, mas a entrada de Serge Rehem no projeto deu um novo gás ao Orbit Learn.

Terminamos 2019 já com 50 clientes pagantes, um terceiro sócio junto com a gente, e muitos sonhos na cabeça.

Dificuldades à vista

No primeiro trimestre de 2020 até despertamos o potencial interesse de alguns investidores, mas a empolgação inicial logo virou frustração quando a coisa esfriou.

Fizemos 3 sucessivas campanhas de venda, até conseguimos cerca de 250 novos usuários testando o Trial de 14 Dias Grátis que o Orbit Learn tinha na época.

Mas as vendas no automático eram raríssimas e mal davam para pagar as contas...

Era difícil explicar sobre funis e áreas de membros ao mesmo tempo, a nossa mensagem estava confusa, e a gente não sabia mais o que fazer.

Por outro lado, eu vinha recebendo (e recusando) propostas tentadoras de "emprego normal" com ótimos salários.

Até quando o sonho do empreendedor resistiria a realidade difícil que é empreender?

O último suspiro...

E para piorar, a pandemia do Corona vírus chegava ao Brasil com força total.

Foi quando recebemos de um player importante do mercado de afiliados, a sugestão de separar as funcionalidades de páginas que o Orbit Learn tinha, da área de membros, que era o embrião do projeto.

Em 2 semanas de trabalho intenso, estabelecemos uma nova parceria e lançamos o Orbit Pages em 4 de junho, sem versão de testes, apenas com planos pagos.

Para a nossa grata surpresa, as vendas foram surgindo e o feedback dos clientes do Orbit Pages estava sendo muito bom.

Ufa... salvos pelo gongo!

O ponto da virada

Sentimentos ambíguos no segundo semestre de 2020, pois tanto o terceiro sócio quanto o parceiro do Orbit Pages decidiram sair do projeto.

Apesar da empolgação com o novo produto, enfrentávamos problemas no fluxo de caixa e o futuro do projeto era incerto.

Até que, a Eduzz (que já tinha conversado com a gente no início do ano) voltou a nos procurar, através do seu gerente de produtos que hoje chamamos com orgulho de amigo, Rodrigo Mourão.

Depois de algumas reuniões, acertamos os ponteiros e em outubro formalizamos uma bela e promissora parceria!

Isso nos deu fôlego para ampliar nossa equipe e começar a transformar aquele projeto que parecia um sonho distante alguns meses antes, em um negócio extremamente promissor.

Também lançamos o plano gratuito, fizemos uma grande ação de black friday que nos trouxe mais de 2500 usuários e visibilidade para a ferramenta.

E tivemos a chance de fazer muitas pequenas melhorias, entender melhor o nosso público e nos preparar para um 2021 excepcional!

Alguns números

  • 3.127 empreendedores cadastrados
  • 2.029 páginas criadas
  • 732 atendimentos via chat com avaliação média de 5 ⭐️

Nossa expectativa para 2021

Apesar de um ano difícil, sentimos muito pela perda da vida de tantas pessoas queridas, a pandemia tem nos trazido grandes lições.

E uma delas é que não existe caminho de volta com relação a trabalhar e fazer negócios pela internet.

Junto com a Eduzz e ao seu crescente ecossistema de parceiros e ferramentas, o Orbit Pages vem para descomplicar e dar agilidade na criação de funis e páginas que vendem.


Mais Conteúdo

5 pilares para uma cultura de autonomia

Os 5 pilares para se construir uma cultura de autonomia e liberdade em um negócio que é focado no cliente.

Ronaldo Scotti
Ronaldo Scotti